Passar para a navegação primária Passar para o conteúdo Passar para o rodapé

Blog Experience

Ilha das Flores: o portal do paraíso!

Temos vivido tempos difíceis. A pandemia forçou-nos a viver de uma maneira diferente ensinou a valorizar as coisas mais simples e após tudo isto, descomprimir e relaxar são o mote destas férias! Apesar do que se vive, a vida tem de seguir em frente e se ainda não sabe para onde ir, por favor, leia…

Cagarro, um velho amigo dos Açores

Cagarro – Cory’s Shearwater Calonectris borealis O Cagarro é uma ave migratória que nidifica nos Açores, chegando ao arquipélago no final de Fevereiro vindo da na costa Oeste de África e costa Este do Brasil onde passa o Inverno. Sendo que já se registaram avistamentos da espécie nos Açores em Dezembro. Passam a maior parte…

Viver numa ilha – Outro olhar por Joana Jorge

Alguns acreditam que é o paraíso na terra e devem acreditar porque é mesmo, outros acreditam que pode ser o Inferno, e mais uma vez não se iludem é a pura realidade! Temos de tudo um pouco, o paraíso intocável, e um inferno indesejável. Toda a vida vivi numa ilha e quem nunca viveu não…

Outro Olhar Açores – Sónia Ell – “As minhas cinzas serão deitadas no canal entre as ilhas de S. Jorge e Pico”

41 anos e cerca de 30 países visitados. Deixei o melhor para o fim: os Açores. Tinha tropeçado numa promoção da TAP para vários destinos nos Açores e, como estava para marcar uma viagem com uma amiga, propus este arquipélago português, que para mim ainda era totalmente desconhecido. Depois de sincronizarmos agendas entre as duas…

Avistamentos aves residentes Ilha das Flores – Açores

Para os seguidores que gostam mais de aves, aqui vão alguns dos avistamentos durante os meses de Abril e Maio de 2020 de aves residentes na ilha das Flores por parte do nosso guia de birdwatching, o Francisco. Estorninho malhado dos Açores – Sturnus vulgaris granti 2

Outro olhar sobre a ilha das Flores – Marília Hipólito – “Morro dos Frades”

Marília Hipólito nasceu e cresceu na ilha das Flores nos Açores. A paixão pela pintura em cerâmica surgiu num súbito desejo de pintar azulejo, o que a fez abraçar os materiais disponíveis, nos seus vários contextos. Com isso nasce a técnica que usa como forma de expressão, de comunicação e linguagem artística. Marília Hipólito - Morro dos Frades