Passar para a navegação primária Passar para o conteúdo Passar para o rodapé
Regressar a Blog Experience

Estorninho-malhado dos Açores Sturnus Vulgaris granti – Francisco Pimentel

É uma subespécie endémica dos Açores, com 19-22cm ligeiramente mais pequeno mas podendo se confundir com um melro-preto ( Turdus merula azorensis) especialmente ao longe, têm contudo posturas diferentes, o melro-preto tem uma postura mais horizontal e saltita no solo ao contrario do estorninho-malhado que tem uma postura mais vertical e no solo parece caminhar.

 

a bird flying in the sky

 

 Ao perto é possível ver-se as malhas e reflexos verdes arroxeados na plumagem(com quantidades diferentes dependendo da altura do ano) que o distinguem do melro-preto, as extremidades das assas são castanhas possuindo um cauda mais curta em relação ao melro-preto, as patas são avermelhadas e o bico é curto e fino de cor amarela.

 

È mais frequente ver-se abaixo dos 600m onde geralmente em bandos nos fios de eletricidade, muros, ou pastagens alimentam-se de bagas e insectos.

 

Fotos e texto: Francisco Pimentel

Guia Certificado do Parque Natural das Flores – Experience OC

  • Publicado em: